A importância da terapia de suporte no controle da metástase óssea em pacientes com câncer de próstata - Oncologia Brasil

A importância da terapia de suporte no controle da metástase óssea em pacientes com câncer de próstata

3 min. de leitura

Neste vídeo, Dr. Denis Jardim (CRM: 124598 SP), oncologista clínico do Hospital Sírio Libanês e Diretor Científico do LACOG GU, aborda a importância da terapia de suporte no controle da metástase óssea em pacientes com câncer de próstata. Além disso, o especialista reforça a importância do cuidado da saúde óssea em pacientes não acometidos com essas lesões 

 

O câncer de próstata é o segundo tipo tumoral mais comum entre homens no Brasil. Um dos principais fatores de risco associado é a idade avançada – uma vez que esse tipo de tumor acomete principalmente homens com idade acima de 65 anos. Embora os tratamentos sistêmicos para o câncer de próstata tenham avançado e diversas opções terapêuticas estejam disponíveis atualmente, as metástases ósseas seguem sendo um desafio no manejo clínico desses pacientes.1 

Os ossos são um dos principais sítios de metástases no câncer de próstata. Alguns fatores como a faixa etária e a utilização de terapia antiandrogênica – tratamento que tem como um dos principais eventos adversos a perda óssea acelerada – faz com que esses pacientes tenham um risco aumentado para o desenvolvimento dessas lesões. 2 As metástases ósseas causam morbidades importantes, o que leva à diminuição da qualidade de vida e maior mortalidade. 2 

Tendo isso em vista, entender quais são as ferramentas disponíveis e as melhores abordagens para um manejo adequado dos pacientes, visando não só o tratamento das metástases ósseas, mas também o cuidado da saúde óssea em pacientes que não apresentam essas lesões, torna-se crucial. 2-3 

Os agentes protetores ósseos têm sido utilizados como uma estratégia para a diminuição desses eventos. Atualmente, algumas classes desses agentes estão disponíveis, como é o caso do ácido zoledrônico, um inibidor da reabsorção óssea mediada por osteoclastos, uma outra droga disponível é o denosumabe, um anticorpo monoclonal contra o ligante RANK-L. 4- 5 

Um estudo clínico de fase III que comparou o uso de denosumabe versus ácido zoledrônico em pacientes com câncer de próstata metastático resistentes à castração, mostrou maior redução no risco de ocorrência dos eventos relacionados ao esqueleto no grupo de pacientes tratados com denosumabe, em relação ao grupo tratado com ácido zoledrônico – demonstrando dessa forma a superioridade de denosumabe, que trouxe um ganho adicional em eficácia. 5 

No vídeo, o especialista traz de forma detalhada os dados desse estudo e outras evidências presentes na literatura que baseiam esse assunto. Além disso, Dr. Denis aborda a importância do manejo da perda óssea ou de eventos ósseos em pacientes com câncer de próstata, e o cuidado da saúde óssea em pacientes não acometidos com essas lesões. Vale a pena assistir o vídeo e conferir o conteúdo completo! 

Referências: 

  1. Instituto Nacional de Câncer – INCA. Câncer de próstata (Versão para profissionais de saúde). Disponível em: https://www.gov.br/inca/pt-br/assuntos/cancer/tipos/prostata. Acesso em 17 de outubro de 2022. 
  2. Wong SKe t al. Prostate Cancer and Bone Metastases: The Underlying Mechanisms. Int J Mol Sci. 2019 May 27;20(10):2587. doi: 10.3390/ijms20102587.  
  3. Antonarakis ES, Eisenberger MA. Expanding treatment options for metastatic prostate cancer. N Engl J Med. 2011 May 26;364(21):2055-8. doi: 10.1056/NEJMe1102758. PMID: 21612475; PMCID: PMC3458507. 
  4. Saad F, McKiernan J, Eastham J. Rationale for zoledronic acid therapy in men with hormone-sensitive prostate cancer with or without bone metastasis. Urol Oncol. 2006 Jan-Feb;24(1):4-12. doi: 10.1016/j.urolonc.2005.06.020. PMID: 16414486. 
  5. Fizazi, Karim, et al. “Denosumab versus zoledronic acid for treatment of bone metastases in men with castration-resistant prostate cancer: a randomised, double-blind study.” The Lancet 377.9768 (2011): 813-822. 

 

Material promocional aprovado de acordo com as regulamentações locais, destinado apenas aos profissionais da saúde habilitados a prescrever e/ou dispensar medicamentos. A Amgen recomenda o uso de seus medicamentos, de acordo com a aprovação regulatória local. Todas as referências citadas neste material estão disponíveis mediante solicitação dos profissionais da saúde ao SIC (Serviço de Informações Científicas), através do número gratuito 0800 742 0800 e/ou e-mail sicbrasil@amgen.com. Material aprovado em novembro de 2022. BRA-162X-1022-80001. 

Conteúdo restrito para médicos, entre ou crie sua conta gratuitamente

Faça login

Crie sua conta

Apenas médicos podem criar contas, insira abaixo seu CRM e Estado do CRM para validação


Send this to a friend