Prognóstico diferencial de biomarcadores imunológicos em contextos metastáticos versus câncer de mama triplo negativo precoce

2 min. de leitura

Resposta imune intratumoral está ligada a melhor prognóstico em neoplasia de mama triplo-negativa precoce

Estudo apresentado no segundo dia do AACR Annual Meeting 2020 responde a um importante questionamento: há diferenças na biologia imune de neoplasias de mama triplo-negativas (TNBC) precoces e metastáticas que impactam a resposta clínica?

Uma resposta imune intratumoral preexistente, caracterizada pela presença de linfócitos infiltrados no tumor ou células T efetoras citotóxicas, está ligada a melhor prognóstico em TNBC precoce (pTNBC). Dados sugerem que no TNBC metastático (mTNBC) tumores ricos em células imunes não apresentam diferente prognóstico.

Avaliou-se o valor prognóstico de um biomarcador que reflete a biologia da célula T (assinatura genética da célula T efetora, Teff) em dois estudos clínicos de pTNBC e dois de mTNBC, que usaram a mesma metodologia de biomarcadores.

Enquanto os níveis de Teff foram semelhantes nos estudos de pTNBC (p = 0,43) e nos estudos de mTNBC (p = 0,44), eles foram significativamente maiores nos estudos de pTNBC em comparação com os estudos de mTNBC (p <0,0001).

A análise multivariada mostrou que Teff elevado estava associado a melhor sobrevida global nos estudos de pTNBC (HR 0,36 [IC 95% 0,24-0,53] e 0,40 [IC 95% 0,20 -0,75], respectivamente), embora nenhum valor prognóstico tenha sido associado aos ensaios de mTNBC (HR 1,28 [IC 95% 0,35-3,91] e 1,01 [IC 95% 0,57-1,73], respectivamente). Teff também aumenta com o envolvimento linfonodal em pTNBC. Nenhuma outra variável se correlacionou.

Os dados apresentados sugerem que a presença de células T, conforme avaliadas pelo Teff, é menor em pacientes com mTNBC do que em pacientes com pTNBC. Pacientes com pTNBC e níveis de Teff maiores têm melhor sobrevida global.

Finalmente, esses resultados têm implicações na avaliação da atividade clínica de inibidores do ponto de verificação imune em estudos de braço único.

Saiba mais:
https://www.abstractsonline.com/pp8/#!/9045/presentation/10534

Send this to a friend