Apresentação na ESMO traz resultados atualizados da combinação de pemetrexede, carboplatina e pembrolizumabe. - Oncologia Brasil

Apresentação na ESMO traz resultados atualizados da combinação de pemetrexede, carboplatina e pembrolizumabe.

< 1 min. de leitura

No estudo de fase 1/2 KEYNOTE-021 (Coorte G), pacientes com câncer de pulmão não-pequenas células não-escamoso sem tratamentos prévios e sem mutações de EGFR/translocação de ALK foram randomizados para a combinação de pemetrexede e carboplatina (PC) ou PC e pembrolizumabe (PC+Pembro).

Nessa atualização após mediana de seguimento de 18.7 meses, o uso de PC+Pembro resultou em maior taxa de resposta (57% vs 32%; p=0.0029) e sobrevida livre de progressão (19.0 vs 8.9 meses; p=0.0067), confirmando dados previamente apresentados. A mediana de duração de resposta em ambos os braços e mediana de sobrevida global para pacientes tratados com PC+Pembro não foram atingidas. Observou-se maior incidência de eventos adversos imunomediados em pacientes que receberam PC+Pembro.

Referência: LBA49 – Updated results from KEYNOTE-021 cohort G: A randomized, phase 2 study of pemetrexed and carboplatin (PC) with or without pembrolizumab (pembro) as first-line therapy for advanced nonsquamous NSCLC.

Acesse o artigo.

Send this to a friend