Atividade física e função cognitiva em pacientes com câncer de mama

2 min. de leitura

Estudo pulicado no Journal of Clinical Oncology avaliou como a atividade física está relacionada ao grau de disfunção cognitiva antes em pacientes em tratamento oncológico

A atividade física é um fator de intervenção já estabelecido para a perda de função cognitiva que ocorre em pacientes com câncer. Apesar disso, há uma necessidade de estudos que avaliam o padrão de atividade física e sua relação com a perda de função cognitiva por etiologia oncológica. Tendo isso em vista, este estudo avaliou como a atividade física está relacionada ao grau de disfunção cognitiva antes, durante e 6 meses após à quimioterapia. 

No estudo foram incluídos 580 pacientes com câncer de mama em estágio I-III, com idade média de 53,4 anos (+/- 10,6 anos), e 363 pacientes no grupo controle, com idade média de 52,6 anos (+/- 10,3 anos). Cerca de 1/3 dos pacientes seguiram as diretrizes de atividade física no período pré-quimioterapia, percentual reduzido para 21% logo após a quimioterapia. 6 meses após o término da terapêutica, este percentual foi elevado para 37% dos pacientes. O estudo também demonstrou que menos pacientes, do grupo com câncer de mama, mantiveram a atividade física na transição dos períodos pré-quimioterapia e logo após a quimioterapia, comparado com o grupo controle.  

Os pacientes que seguiram as diretrizes de atividade física no período pré-quimioterapia apresentaram melhor desempenho cognitivo que os que não seguiram (p<0.001), com desempenho cognitivo similar ao grupo controle. Em pacientes com grau moderado a elevado de atividade física no período pré-quimioterapia, foi notado que há melhor desempenho cognitivo a longo prazo, além de maior aderência às diretrizes de atividade física no período de administração da quimioterapia, com melhor autoavaliação cognitiva relatada. 

Pode-se concluir, portanto, que a atividade física, seja antes, durante ou 6 meses depois da quimioterapia, está relacionada a uma melhor condição cognitiva, e desse modo é recomendada a pacientes com câncer de mama nas fases do tratamento acima descritas. 

 

Referências:   

Salerno EA, et al., Physical Activity Patterns and Relationships With Cognitive Function in Patients With Breast Cancer Before, During, and After Chemotherapy in a Prospective, Nationwide Study. J Clin Oncol. 2021 Aug 18:JCO2003514. doi: 10.1200/JCO.20.03514. Epub ahead of print. PMID: 34406822.

Send this to a friend