Atualização na terapêutica do câncer de mama triplo negativo

2 min. de leitura

Estudo BrightNess avaliou a adição de carboplatina veliparibe em 3 diferentes coortes, para pacientes com câncer de mama triplo negativo, tratados com quimioterapia neoadjuvante. Resultados de 4 anos ou mais de acompanhamento

No estudo clínico BrighTNess, um estudo de fase III, randomizado, a adição de carboplatina com ou sem veliparibe à quimioterapia neoadjuvante melhorou significativamente a resposta patológica completa com um perfil de segurança aceitável em câncer de mama triplo negativo operável. Esta atualização do estudo, relata a sobrevida livre de eventos, sobrevida global e doenças malignas secundárias mais de 4 anos após a cirurgia. 

Mulheres com câncer de mama triplo negativo estágio II ou III não tratado foram randomizadas em 2:1:1 para receber: A) paclitaxel + carboplatina + veliparibe; B) paclitaxel + carboplatina + placebo substituindo veliparibe e C) paclitaxel + placebo substituindo carboplatina e veliparibe. O desfecho primário foi a resposta patológica completa e o desfecho secundário foi a sobrevida livre de eventos e sobrevida global. 

Ao todo, 634 mulheres foram randomizadas em A= 316; B =160 e C =158. A mediana de acompanhamento foi de 4,5 anos. O hazard ratio (HR) para a sobrevida livre de eventos entre A e C foi de 0,63 (IC 95%: 0,43-0,92; p=0.016), e entre A e B foi de 1,12 (IC 95%: 0,72-1,72; p=620). Foram reportados óbitos em 12% dos pacientes do grupo A, 10% no grupo B e 14% no grupo C. O HR para sobrevida global entre A e C foi de 0,82 (IC 95%: 0,48-1,38; p=0,452); entre A e B foi de 1,25 (IC 95%: 0,70-2,24; p=0.455); e entre B e C foi de 0,63 (IC 95%: 0,33-1,21; p=0.166). 

A conclusão dos autores foi de que a adição de carboplatina ao paclitaxel melhorou a taxa de resposta patológica completa e a sobrevida livre de eventos. A adição de veliparibe não promoveu aumento nas métricas dos desfechos clínicos. Ainda que os índices de mortalidade foram baixos, vale o destaque de que o uso de paclitaxel sozinho esteve associado a uma maior mortalidade. 

 

Referências: 

1190 – S. Loibl, et al., A Study Evaluating Safety and Efficacy of the Addition of ABT-888 Plus Carboplatin Versus the Addition of Carboplatin to Standard Chemotherapy Versus Standard Chemotherapy in Subjects With Early Stage Triple Negative Breast Cancer. https://doi.org/10.1016/j.annonc.2021.08.400 

Send this to a friend