Destaques EHA – Síndromes Mielodisplásicas e Leucemias

2 min. de leitura

Dra. Mariana Gomes Serpa, médica hematologista do Hospital Sírio-Libanês, fala sobre alguns dos principais destaques em relação a novas descobertas no tratamento da LMA e síndromes mielodisplásicas, além de comentar de terapias já consolidadas para o tratamento da LLC 

Neste vídeo, Dra. Mariana Serpa comenta sobre 3 estudos que foram apresentados no EHA 2022, passando por importantes aspectos da leucemia mieloide aguda (LMA), síndrome mielodisplásica, e leucemia linfoide crônica (LLC).  

O magrolimabe é um anticorpo monoclonal que bloqueia o CD47, uma molécula  superexpressa em células cancerígenas e emite um sinal de “não me coma”, protegendo as células tumorais da fagocitose. Desta forma, o bloqueio de CD47 por magrolimabe induz a fagocitose mediada por macrófagos de células tumorais. Dois dos trabalhos apresentados avaliam a eficácia do magrolimabe no tratamento da LMA e síndrome mielodisplásica.  

Por fim, a especialista comenta sobre  os dados de atualização, após um seguimento de 5 anos, do estudo clínico de fase 3, CLL14.  

Confira o vídeo para assistir a análise completa dos dados destes estudos! 

 

Referências: 

  1. Naval G Daver et al., TOLERABILITY AND EFFICACY OF THE FIRST-IN-CLASS ANTI-CD47 ANTIBODY MAGROLIMAB COMBINED WITH AZACITIDINE IN FRONTLINE PATIENTS WITH TP53-MUTATED ACUTE MYELOID LEUKEMIA: PHASE 1B RESULTS. EHA Library. G Daver N. 06/10/22; 356996; S132 
  2. David A Sallman et al., MAGROLIMAB IN COMBINATION WITH AZACITIDINE FOR PATIENTS WITH UNTREATED HIGHER-RISK MYELODYSPLASTIC SYNDROMES (HR MDS): 5F9005 PHASE 1B STUDY RESULTS. EHA Library. A Sallman D. 06/12/22; 357030; S166 
  3. Othman Al-Sawaf et al., VENETOCLAX-OBINUTUZUMAB FOR PREVIOUSLY UNTREATED CHRONIC LYMPHOCYTIC LEUKEMIA: 5-YEAR RESULTS OF THE RANDOMIZED CLL14 STUDY. EHA Library. Al-Sawaf O. 06/12/22; 357012; S148 
Send this to a friend