Eficácia e segurança da adição da capecitabina no tratamento do câncer de mama triplo-negativo

2 min. de leitura

Adição de capecitabina à quimioterapia adjuvante com a associação de taxano e antraciclina apresentou melhora em sobrevida livre de doença

Um estudo de fase 3 recentemente publicado no Journal of Clinical Oncology observou que a adição de capecitabina à terapia adjuvante com taxano mais antraciclina para câncer de mama triplo negativo estava associada a uma melhora na sobrevida livre de doença.

Nesse estudo multicêntrico aberto, 585 pacientes foram aleatoriamente designadas entre junho de 2012 e dezembro de 2013 para o grupo capecitabina (n = 297) ou para o grupo controle (n = 288). O tratamento no primeiro grupo consistiu em três ciclos de capecitabina + docetaxel, seguidos por três ciclos de capecitabina + epirrubicina + ciclofosfamida. O segundo grupo recebeu três ciclos de docetaxel, seguidos por três ciclos de fluorouracil + epirrubicina + ciclofosfamida. O desfecho primário foi sobrevida livre de doença.

O acompanhamento médio foi de 67 meses. A taxa de sobrevida livre de doença em 5 anos foi de 86,3% no grupo capecitabina versus 80,4% no grupo controle (HR = 0,66; P = 0,044). As taxas de cinco anos foram de 89,5% versus 83,1% para sobrevida livre de recorrência (HR = 0,59, P = 0,02), 89,8% versus 84,2% para sobrevida livre de doença a distância (HR = 0,63, P = 0,048) e 93,3% versus 90,7% para a sobrevida global (HR = 0,67, P = 0,19).

Eventos adversos de graus 3 ou 4 ocorreram em 81,1% do grupo capecitabina versus 82,6% do grupo controle, sendo a alopecia mais comum (69,4% versus 71,2%). Neutropenia de grau 3 ou 4 ocorreu em 45,8% versus 41,0% dos pacientes, e neutropenia febril ocorreu em 16,8% versus 16,0%. A síndrome mão-pé ocorreu em 52,5% versus 33,0% e foi grau ≥ 3 em 8,4% versus 0%. Ocorreu estomatite de grau ≥ 3 em 5,1% versus 1,0%. Reduções da dose de capecitabina foram necessárias em 39,1% dos pacientes. Nenhum paciente morreu durante o tratamento.

A capecitabina, portanto, quando adicionada a três ciclos de docetaxel, seguida de três ciclos de epirrubicina + ciclofosfamida melhorou significativamente a sobrevida livre de doença no câncer de mama triplo-negativo, porém sem ganho de sobrevida global.

Referência:
Li J, Yu K, Pang D, Wang C, Jiang J, Yang S, Liu Y, Fu P, Shen Y, Zhang G, Cao Y. Adjuvant Capecitabine With Docetaxel and Cyclophosphamide Plus Epirubicin for Triple-Negative Breast Cancer (CBCSG010): An Open-Label, Randomized, Multicenter, Phase III Trial. Journal of Clinical Oncology. 2020. Apr 10:JCO1902474.

Saiba mais:
https://www.ascopost.com/news/april-2020/addition-of-capecitabine-to-taxaneanthracycline-adjuvant-chemotherapy-for-triple-negative-breast-cancer/

Send this to a friend