Manejo de pacientes com câncer de mama HER2+ e metástases no sistema nervoso central

2 min. de leitura

Neste vídeo, Dra. Daniela Rosa, médica Oncologista no Hospital Moinhos de Vento de Porto Alegre, discute sobre as opções de tratamento para pacientes com câncer de mama e metástase no SNC

Dra. Daniela inicia comentando sobre o panorama geral do câncer de mama, e sobre os principais fatores de risco para o desenvolvimento de metástase no SNC, em pacientes com câncer de mama. Dentre os fatores de risco, ela destaca o estágio do câncer ao diagnóstico, sendo que pacientes com diagnósticos em estágios mais avançados têm maior risco de metástase no SNC. Outro fator importante, que foi destacado, é o subtipo biológico do câncer de mama, sendo que os tumores triplo negativos e HER2+ têm maior tendência a desenvolver as metástases no SNC.  

Por fim, a especialista discute as opções de tratamento para essas pacientes acometidas com metástases cerebrais e aborda os prognósticos de acordo com os subtipos. A preferência de tratamento é por intervenções locais, com radioterapia em várias modalidades, que deve levar em consideração alguns fatores, como tamanho e número de lesões no SNC.  

Já para as pacientes HER2+, houve uma grande evolução nos tratamentos sistêmicos, o que impactou no tratamento das metástases do SNC também. A partir do acompanhamento de casos clínicos e de alguns estudos específicos, foi visto que alguns medicamentos parecem atravessar a barreira hematoencefálica e ter ação no SNC. Dra. Daniela cita exemplos de algumas drogas inibidoras de HER2, e comenta sobre seus efeitos nas metástases cerebrais e capacidade de aumentar a sobrevida dos pacientes.  

Por fim, a partir do estudo clínico DESTINY-Breast01, que avaliou a eficácia e segurança do trastuzumabe-deruxtecana em pacientes com câncer de mama com metástase cerebral e previamente tratados, foi observado que o trastuzumabe-deruxtecana levou a uma sobrevida livre de progressão mediana de 18 meses, além de um resultado muito significativo se tratando da redução de progressão das metástases do SNC. Esses resultados são muito importantes porque representam um importante avanço no tratamento do grupo de pacientes de câncer de mama HER2+ com metástases do SNC. 

 

 

 

 

Send this to a friend