Os biossimilares sob a perspectiva do gestor

< 1 min. de leitura

A médica e diretora de previdência e assistência da Capesesp, Dra. Juliana Busch, em participação na ISPOR LatAm trouxe uma discussão a respeito dos biossimilaresm destacou as diferenças entre biossimilares e medicamentos genéricos, e a cautela ao avaliar um biossimilar de acordo com o fabricante e a possibilidade de adoção, a Dra. Busch afirma que essa tomada de decisão exige atualização e discussão constantes.

“A gente tem de começar a estudar o que é possível fazer para aumentar o acesso para os nossos beneficiários”, disse Busch. “O gestor, normalmente, pensa apenas na questão do preço: se for mais barato, eu vou incorporar… se não for mais barato, não vou incorporar esse determinado biossimilar. E não é bem assim,” completa.

O ISPOR Latin America acontece em Bogotá, Colômbia entre os dias 12 e 14 de setembro e reúne diversos especialistas de prestígio no cenário latino-americano da área de saúde. Acompanhe a cobertura no site www.oncologiabrasil.com.br/ispor-la, e nas nossas redes sociais.

Send this to a friend