Uso de tiossulfato de sódio previne perda auditiva em pacientes expostos a cisplatina - Oncologia Brasil

Uso de tiossulfato de sódio previne perda auditiva em pacientes expostos a cisplatina

< 1 min. de leitura

Em estudo de fase III publicado no N Eng J Med., crianças com hepatoblastoma foram randomizadas para tratamento com 6 ciclos (4 pré e 2 pós-operatórios) de cisplatina (CDDP), em dose de 80 mg/m2, com ou sem a administração de tiossulfato de sódio (TS), em dose de 20 g/m2, em infusão de 15 min, 6 h após término da quimioterapia.

Dos 109 pacientes incialmente selecionados, 101 foram avaliados por audiometria na análise final do desfecho primário do estudo, sendo que 33% das crianças no grupo de CDDP e TS apresentaram perda auditiva grau 1 ou superior (escala de Brock), contra 63% daquelas no grupo de CDDP isolada (risco relativo 0,52; IC 0,33 a 0,81; p = 0,002). Não houve diferença significativa nas taxas de sobrevida livre de eventos (82% vs. 79%) ou de sobrevida global (98% vs. 92%) em 3 anos. A toxicidade relacionada ao TS foi pequena.

Saiba mais aqui.

Send this to a friend