Subtipos moleculares de carcinoma mamário triplo negativo como fator preditivo para imunoterapia

< 1 min. de leitura

A Dra. Filomena Carvalho, patologista e professora da Faculdade de Medicina da USP em sua aula apresentada no Breast Cancer Review, abordou as perspectivas mais recentes em imunoterapia guiada pelos subtipos moleculares de carcinoma mamário triplo negativo.

Com uma maior compreensão da heterogeneidade molecular dos tumores triplos negativos, é possível o desenvolvimento de terapias para cada subtipo. Neste cenário, a imunoterapia tem ganhado maior destaque.

“As alterações moleculares distinguem quatro subgrupos, pelo menos. É importante discutir o papel do microambiente no comportamento biológico e caracterização, com ênfase na ativação dos linfócitos intratumorais”, disse a Dra. Carvalho.

O Breast Cancer Review ocorre no dia 23 de novembro, no Hotel Four Seasons São Paulo, e é organizado pela Oncologia Brasil com apoio da AstraZeneca, Lilly e GeneOne. Confira a cobertura e acesse as aulas.

Send this to a friend